MENU DE NAVEGAÇÃO




Tempero Pet - Alimentos naturais e sem conservantes para cães e gatos!






Meu cachorro/gato pode consumir as refeições da Tempero Pet?

Sim, desde que sejam animais adultos em manutenção sem nenhuma necessidade nutricional diferenciada e sempre respeitando a quantidade descrita no rótulo.







Quais os benefícios da alimentação natural?

A alimentação natural possui uma alta digestibilidade dos nutrientes, alta palatabilidade favorecendo aqueles animais com apetite mais seletivo e aumenta a ingestão de água dos animais, o que é particularmente importante para animais com predisposição à urolitíase (pedra nos rins). Os alimentos ainda contam com uma fórmula balanceada para que todas as exigências nutricionais sejam atendidas com ingredientes selecionados, de primeira qualidade e sem a utilização de aditivos.









As refeições da Tempero Pet substituem a ração seca?

Sim, pois foram formuladas e balanceadas por profissionais da área (veterinário nutrólogo e zootecnista) a fim de atender todas as necessidades dos animais.







E se meu pet tiver alguma restrição alimentar?

Animais com restrições ou necessidades nutricionais diferenciadas, devem receber uma dieta formulada personalizada a partir de avaliação de um Médico Veterinário Nutrólogo.







Pode haver alguma alteração nas fezes ou na urina consumindo a alimentação natural?

É sempre importante que a troca do alimento seco para a alimentação cozida natural seja realizada de forma gradativa para que não ocorram alterações negativas nas fezes dos animais. As refeições da Tempero Pet utilizam ingredientes de alta qualidade, com elevado valor biológico, com isso em geral as fezes dos animais tendem a ser bastante satisfatórias, principalmente quando comparadas a dietas secas dos segmentos comerciais econômico, standard e premium.







A alimentação natural melhora a qualidade da pelagem do meu cahorro/gato?

As refeições formuladas e balanceadas possuem todos os nutrientes necessários para manter a pelagem bonita e saudável.







Meu cachorro/gato é obeso, posso oferecer alimentação natural para ele?

Sim, pode ser oferecida alimentação natural para os animais obesos. Temos em nossas formulações a dieta light, que apresenta reduzido valor energético e alto teor de fibras, porem é importante o acompanhamento do médico veterinário já que a obesidade é uma desordem clínica de grande importância.







Qual a quantidade ideal que devo oferecer?

A quantidade ideal está descrita no rótulo, deve ser respeitada para que os animais não consumam uma quantidade maior do que a sua necessidade energética.







Meu pet parece estar com fome mesmo depois das refeições, devo aumentar a quantidade?

Não se deve aumentar a quantidade dessa alimentação, pois as quantidades são calculadas a partir da necessidade energética e a fim de atender todas as necessidades nutricionais dos animais inativos e ativos.







Como fazer a transição da ração seca para a alimentação natural?

A transição para a alimentação natural deve ser gradativa para evitar distúrbios gastrointestinais, conforme descrito no rótulo do produto.







Como servir as refeições? Qual a temperatura correta?

As refeições devem ser servidas após descongelamento em geladeira e aquecidas, preferencialmente em banho maria, sempre servidas mornas para evitar queimaduras.







As refeições têm prazo de validade?

Sim, 6 meses quando congeladas e 2 dias em geladeira.







Meu gato não se alimenta no momento em que o prato é servido. Por quanto tempo a refeição pode ficar fora da geladeira em temperatura ambiente?

Os gatos apresentam hábito alimentar beliscador, ou seja, ingerem pequenas porções de alimentos várias vezes ao dia. Com isso, da mesma forma que os alimentos úmidos, é importante que o fornecimento da quantidade total de alimento seja fracionada em pequenas refeições e fornecidas ao longo do dia, para que não haja desenvolvimento microbiano, perdas nutricionais e alterações das características organolépticas. Com isso, recomendamos o fracionamento da quantidade entre quatro e seis refeições diárias, com tempo de exposição de 20 a 25 minutos.